Então, ontem foi a nossa viagem para o Algarve e aqui está o que aprendi:

Aprendi que as coisas correm mal e ficamos exaustos ​​e sentimos todos os sentimentos e mesmo assim, está tudo bem.

Acho que o problema é quando começamos a culpar-nos por isso. Por nos sentirmos mal, por “arruinarmos as férias” e outras histórias que aparecem quando te começas a sentir mal.

O problema começou porque tive que pintar as raízes do cabelo e não consegui antes da viagem (por falta de organização, como sempre).

Então marquei para o Algarve, logo a seguir à nossa viagem. Mas enganei-me e foi num shopping muito mais longe do que eu pensava. E assim a viagem ficou muito mais longa.

É importante explicar que odeio viagens compridas de carro. Sei que isso também é uma crença e do ego, mas é isso que sinto.

Percebo agora que é porque fico muito cansada.

Quando chegámos ao cabeleireiro, estava atrasada. Então tive que esperar mais tempo. A cabeleireira era uma daquelas perfeccionistas que dividiu o meu cabelo em 1000 partes diferentes e pintou-as todas!!! A quantidade de tinta no meu cabelo era… pastosa. Depois (e provavelmente porque cheguei atrasada) foi a recepcionista que me lavou o cabelo. Por isso passou o tempo a interromper para atender as pessoas que entravam no cabeleireiro. O meu pescoço estava a doer imenso, eu não aguentava ficar ali nem mais um segundo e parecia que a experiência nunca mais acabava!!!! Além disto, parece que o meu cabelo está a cair muito por isso acabei por comprar alguns produtos para isso. O que implica mais tempo a falar sobre isso e a decidir o que comprar…

Quando finalmente saí do cabeleireiro, depois de duas horas que deviam ter sido uma, tinha a minha família à minha espera com o ar mais deprimido do mundo. ahahah olhando para trás é engraçado, mas na altura, estava no meu limite.

Agora ainda tinhamos uma viagem de uma hora para a casa que alugámos – porque marquei o cabelo no centro comercial errado!!! É claro que o meu marido não se calava sobre isso, até que lhe disse para relaxar, porque se nós fomos para ali, então é perfeito como é. É o que era suposto acontecer. Por isso pára com o drama por favor…

Olhando para trás e se foi perfeito, o que posso aprender com esta experiência?

Primeiro, nunca reserves o cabeleireiro logo a seguir a uma viagem comprida – porque acabaste de estar sentada durante 2 ou 3 horas e agora vais ter que estar sentada mais 1 ou 2!

Segundo, nunca chegues atrasado ao cabeleireiro ou a tortura continua ;) – mais atrasos e coisas estranhas que acontecem.

Em terceiro lugar, arranja tempo durante a semana para fazeres as coisas que precisa fazer para ti, como pintar o cabelo. Ou comprar lentes novas. Não adies o que sabes que precisas fazer (e depois tens que passar o primeiro dia de férias a fazer isso). Trata das coisas o mais depressa possível depois de saberes que é preciso fazê-las.

E finalmente, relaxa: nada é tão mau como parece quando estás cansada e mal disposta!

O que é que podia ter feito melhor?

Talvez tomar um banho de imersão assim que cheguei e relaxar, ou jantar fora, em vez de entrar numa espiral negativa sobre como as coisas são difíceis…

E é isto!

Espero que tenhas gostado destas lições :)

Eu tive que aprender da maneira mais difícil ;)

Boas férias!
Beijinhos,
Lena*

P.S. Queres saber uma maneira simples de mudares a tua vida? Vou fazer brevemente a versão Portuguesa desse treino que fiz em Inglês aqui: http://www.lenapenteado.com/yourdreams. xxx

Receive Your Dreams

Screen shot 2019 05 16 at 16.30.22

Receive the free training:

"A Simple Way to

Get the Life of Your Dreams"

Powered by ConvertKit
Author

Write A Comment